25/03/2017

Ocupação do 'Leito de Cheia' em Fanares

Histórias que sempre ouvi de pessoas mais antigas da terra, relatam que a construção do Mercado de Fanares foi uma ‘oferta’ em troca da obtenção de autorização da construção dos prédios envolventes, canalizando assim a ‘Ribeira da Lage’ naquela Zona e ocupando o seu Leito de Cheia.
Verdade??? ou Boato???


Leito de Cheias da 'Ribeira da Lage' na zona do Mercado de Fanares

22/03/2017

Rua Lagoa Marinha 'FINALMENTE' com sentido unico

Esta é uma situação que eu pessoalmente já tinha reportado 2 vez à CMSintra, e pessoalmente à Junta de Freguesia, que finalmente vejo resolvida.

A Rua Lagoa Marinha no Bairro de São Carlos em Mem Martins, passa a ter sentido único a partir de dia 23 de março, passando a ser proibido virar à direita para esta rua, quando se circula na 'Rua do Coudel'


20/03/2017

[Correio da Manhã] Tiros em perseguição para travar fugitivo em Sintra [video]

 clica para ver o video
clica para ver o video - http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/tiros-em-perseguicao-para-travar-fugitivo

Uma perseguição na zona de Sintra, na manhã desta segunda-feira, terminou com a GNR a efectuar disparos de forma a travar o fugitivo. O homem foi apanhado com vários artigos furtados e droga na viatura. Tiros em perseguição para travar fugitivo em Sintra Homem foi apanhado com vários artigos furtados e droga na viatura. Já está detido. 

Segundo o CM apurou, o homem circulava sem cinto de segurança e foi mandado parar por uma patrulha da GNR. No entanto, acelerou e tentou escapar. Após vários quilómetros a alta velocidade, por zonas urbanas, o fugitivo dirigiu-se para a zona do Casal de São José, em Mem Martins. Nesta altura, os militares da GNR efetuaram dois disparos para o ar e só aí o fugitivo parou. Foi imediatamente detido. No carro foram encontrados vários artigos furtados e alguma droga, no caso, haxixe. A GNR está agora a investigar a proveniência dos bens encontrados.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/tiros-em-perseguicao-para-travar-fugitivo

17/03/2017

Festas em honra de São José no Algueirão 2017

Nos próximos dias 17, 18 e 19, as Festas em honra de São José no Algueirão
No Salão Nobre dos Recreios Desportivos do Algueirão



13/03/2017

[CMS] Recuperação das vias rodoviárias em Algueirão-Mem Martins prossegue a bom ritmo

A Câmara Municipal continua a recuperar várias vias rodoviárias por todo o concelho, num investimento previsto de cerca de 10 milhões de euros, durante os últimos dois anos.
Basílio Horta esteve em Algueirão-Mem Martins, na última sexta-feira, a acompanhar algumas das intervenções a decorrer no espaço público daquela freguesia: Na Rua José Afonso, em Ouressa, estão concluídos os trabalhos de requalificação da via com a criação de 40 lugares de estacionamento e da respetiva pavimentação. Os trabalhos de pavimentação foram alargados na zona para um troço da Rua José Brandão de Almeida.
Ainda no que respeita a recuperação de vias rodoviárias nesta freguesia, o presidente da Câmara Municipal de Sintra acompanhou a conclusão dos trabalhos de reabilitação dos pavimentos, sistemas de drenagem, fresagem e pavimentação da Rua e Travessa da Eirinha, em Mem Martins.  
Basílio Horta marcou ainda presença nas obras da Avenida Chaby Pinheiro, e ruas circundantes, em Mem Martins, mencionando que “a câmara investe 900 mil euros nesta obra, que é estruturante para esta freguesia porque requalifica a vários níveis toda esta zona, promovendo a mobilidade para quem se desloca de transportes públicos, de carro ou a pé, criando estacionamento organizado, valorizando assim as zonas comerciais, e nas infra estruturas renova as redes de abastecimento de água, de drenagem de esgoto doméstico e pluvial e enterramento dos ecopontos”, concluiu.
Esteve também a acompanhar os trabalhos de fresagem, na Av. François Mitterrand, para pavimentação esta semana. 


06/03/2017

[Rimas e Batidas] Mike Find Mind fala do que “Ela Adora” em novo vídeo

[FOTO] Tomás Castro
Há mais um nome no hip hop a representar o código-postal mais citado da actualidade: Mike Find Mind estreou um novo vídeo para “Ela Adora” e promete um projecto ambicioso que lhe permita fazer justiça à qualidade do rap que tem saído do “2725” – os mesmos números defendidos por LandimGROGNation ou Bispo.
“Ela Adora” é um tema de cariz amoroso onde o rapper aborda o microfone com versos íntimos e pessoais, marca que irá definir o seu próximo EP CIRCO. “Todas as músicas do projecto são baseadas em experiências vividas por mim ou de temáticas que me são muito próximas”, esclarece Mike Find Mind ao Rimas e Batidas. O single vem complementado com um vídeo realizado por Tomás Castro, algo que dá ainda mais força às palavras proferidas pelo MC e ajuda a desvendar “aquilo que fica por concluir na música.”
CIRCO vai marcar o regresso em força do rapper ao movimento, depois de um par de anos a lume brando na ressaca da sua última mixtape, algo que o deixou com uma certa sede de trabalho. “Surgiu a hipótese de tornar o meu projecto ainda mais profissional, fazendo com que este deixasse de ser uma ‘palhaçada’ e passasse a ser um circo”, explica Mike. “O título é também uma metáfora, porque o circo em si é uma das artes mais desvalorizadas de sempre”, conclui, fazendo também uma óbvia comparação ao movimento do hip hop perante os newcomers, onde estes têm de trabalhar o dobro para ter a aprovação dos que pisam o mesmo terreno há mais tempo.
CIRCO vai abrir as portas em Dezembro e conta com os contributos vocais de Vilão, Bispo e GROGNation. Estes dois últimos que vão repetir as doses já servidas em temas como “Misto Emocional” ou “Eles Só Querem”. A produção do EP também fica bem entregue e junta contributos de Tóxico – que assina o instrumental do single -, Charlie Beats ou Kking Kong.

05/03/2017

[Jornal de Noticias] Corredor verde vai nascer entre prédios em Sintra

A Câmara Municipal de Sintra aprovou terça-feira o lançamento do concurso público para a requalificação da Ribeira da Lage, um investimento de cerca de 3, 358 milhões de euros.
Fonte da Autarquia explicou ao JN que a requalificação compreende a zona entre o colégio D. Afonso V. em Mem Martins, e o Parque Urbano da Serra das Minas, Rio de Mouro, numa extensão de 2,3 quilómetros e área de intervenção de 13,5 hectares.

"Este corredor verde, no meio de núcleos urbanos com grande densidade populacional, passará a oferecer o prolongamento de espaço verde linear, criando condições de segurança e conforto para o seu usufruto e melhoria da qualidade de vida, de forma direta para cerca de 30 mil pessoas que residem na sua área de influência direta", adiantou ao JN Basílio Horta, presidente da Câmara Municipal de Sintra.
O autarca acrescentou ainda que vai ser criado percurso pedonal e ciclável, equipamentos para desporto informal ao ar livre, zonas de estadia e valorização das existentes e vão ser qualificados espaços para produção hortícola urbana. Serão também introduzidas medidas de mitigação de riscos de cheias.
A obra arranca no segundo semestre deste ano e o prazo estimado para a execução da obra é de nove meses.



Leia mais: Corredor verde vai nascer entre prédios em Sintra http://www.jn.pt/local/noticias/lisboa/sintra/interior/corredor-verde-vai-nascer-entre-predios-5684726.html#ixzz4aTMlVwEx 
Follow us: jornalnoticias on Facebook

[SIC] Reportagem Especial | O comboio dos atrasos [video]

Quem apanha o comboio na estação da freguesia mais populosa da Europa dificilmente se habitua. Em dias de chuva, os escassos telheiros existentes dão para muito poucos, dão para quase nada.
A estação de Algueirão-Mem Martins é a única em que não houve alguma intervenção na linha de Sintra.

Ao longo do traçado, todos se queixam dos atrasos, raros são os que confiam nos horários apregoados pela CP.
Jorge Antunes garante que não confia e que tem dificuldades em explicar ao patrão quando o atraso acontece.
A reportagem da SIC constatou tantas vezes, aos altifalantes, a expressão "o comboio foi suprimido", ainda que a empresa garanta que 99% das ligações sejam efetuadas.
A companhia Comboios de Portugal admite ainda assim que 11% dos comboios quer na linha de Sintra, quer na linha de Cascais, chegam atrasados.
"O Comboio dos Atrasos". Uma reportagem de Pedro Miguel Costa, imagem de Odacir Júnior, edição de Ricardo Piano, grafismo de Carla Gonçalves, produção editorial de Ana Marisa Silva e música de Sebastião Antunes & Quadrilha.