30/11/2016

Fiscalização de Estabelecimentos de Restauração e Bebidas em Mem Martins e Cacém

O Comando Metropolitano de Lisboa, através da Divisão Policial de Sintra, ontem, entre as 09h30 e as 12h00, no âmbito de Operação Policial, na qual participaram os Serviços de Regulação e Inspeção de Jogos, procedeu à fiscalização de vários estabelecimentos comerciais no ramo da restauração, localizados nas zonas de Mem Martins e Cacém, concelho de Sintra.

Na sequência dessas fiscalizações, foram obtidos os seguintes resultados:
  • 5 máquinas de Jogo apreendidas;
  • 3 Autos de Notícia por Jogo Ilegal;
  • Apreensão da quantia monetária de 86 (oitenta e seis) euros.

28/11/2016

[TV Record] Jovem de 18 anos desapareceu de Mem Martins

JOVEM DE 18 ANOS DESAPARECEU EM SINTRA
Um rapaz está desaparecido desde quarta-feira em Mem Martins. Antony esteve na escola de manhã com os colegas e depois disso nunca mais foi visto. De casa desapareceram jogos e 2300 euros.




26/11/2016

Ministro visita Escola Mestre Domingos Saraiva

Ontem a Escola Mestre Domingos Saraiva no Algueirão recebeu a visita do ministro da educação, Tiago Brandão Rodrigues, e da secretária de estado adjunta e da educação, Alexandra Leitão. 


OpiniãoAMM: ‘Come and visit the oldest stop on the Sintra Line’

Texto Hugo Nicolau
(Responsável/criador deste blog 'Algueirão Mem Martins')




Já que a Estação de Algueirão Mem Martins é a mais antiquada da ‘Linha de Sintra’, e como não se ouve notícias para a sua modernização nem projetos para tal, penso que poderíamos usar este argumento para valorizar este antigo apeadeiro da ‘Linha de Sintra’ e a Vila…

Com os comboios a viajarem cheios de Turistas para visitarem a Vila de Sintra, porque não convida-los a visitar o mais antigo apeadeiro, símbolo do passado da ‘Linha de Sintra’, na vila que abraça Sintra?
Come and visit the oldest stop on the Sintra Line’

Reabrir as lojas abandonadas na passagem subterrânea, para mostrar os símbolos que restam de um passado saloio, que se transformou numa vida suburbana, numa cidade multiétnica que cresceu desordenada, mas com um hiphop moderno que nasce pelas ruas da Vila, e ganha projeção por Portugal.

E que tal convidar os Turistas a sair em ‘Algueirão Mem Martins’ e chegar a Sintra de bicicleta? Uma caminhada pela Av. Chaby Pinheiro, e alugar uma bicicleta no inicio da nova ciclovia.

Seria interessante convidar os turistas a sentir a vida de Algueirão Mem Martins e um pouco da sua história, e a sua evolução ao longo dos anos, à semelhança de outros polos habitacionais que cresceram implantados junto à linha do comboio pela Europa, podendo assim também incrementar a segurança na zona, estimular o comercio local e abrir novas janelas de oportunidade. 


Porque não?





[SIC] Agressões na Linha de Sintra [video]

Atualidade Criminal Com Hernâni Carvalho no programa 'Queridas Manhãs'  24 Novembro de 2016, sobre os incidentes na estação de Algueirão Mem Martins



[CMS] Localização do Futuro Polo Hospitalar de Sintra

xxx




[Jornal de Sintra] Agrupamento de Escolas de Mem Martins... (re)pensa Sintra


[sintranoticias] Incidentes na estação da CP em Algueirão Mem Martins

Depois dos acontecimentos na estação da CP de Massamá ao início da noite de segunda feira, conforme o SINTRA NOTÍCIAS informou, e que resultou em dois feridos graves por esfaqueamento dentro de uma composição da CP, vem agora a público mais um incidente com esfaqueamento na estação da CP de Algueirão-Mem Martins.
Tudo aconteceu na passada terça feira, ao início da noite. Segundo testemunhas no local “o ajuste de contas já vinha da zona da paragem dos autocarros, junto à estação, do lado de Mem Martins, onde aconteceu o esfaqueamento”. Para se salvar de mais agressões, a vítima “partiu” uma das cancelas de bilhetes para fugir dos agressores que o perseguiam.
A falta de policiamento na zona motivou uma onda de contestação por parte das pessoas que se encontravam no local, e que assistiram ao incidente, as quais referem que “na estação de Mem Martins é dia sim dia sim, com estes graves incidentes e a Polícia, nem vê-la, nem fora, nem dentro das estação”.
A PSP está a investigar o sucedido.

Consultas de Psicologia “Low cost” na Tapada das Mercês

A AFPP – Associação Famílias a Pensar Positivo disponibiliza consultas de Psicologia "low cost" para toda a população. As consultas têm um valor único de 15€ e realizam-se no Espaço Tapada Com. Unidade, na Tapada das Mercês.

Horário de Consultas
Consultas para adultos:
Terças-Feiras – das 16h30 às 20h30
Dr. João Pedro Fonseca
Tel: 960 079 759
Consultas para crianças e jovens:
Quintas-Feiras - das 16h30 às 20h30
Dra. Susana Martins
Tel: 918 228 684
O Espaço Tapada Com.Unidade está situado na Praceta Francisco Ramos da Costa, número 13-A, em frente ao Salão Paroquial da Tapada das Mercês.
Todas as marcações são efetuadas através dos contactos acima e todas as consultas são pagas diretamente aos psicólogos, no final das mesmas.

[Correio Manhã] Escola desinfetada após internamento de aluna


Menina de nove anos frequenta a EB1/JI de Algueirão e foi submetida a uma neurocirurgia.
Uma menina de nove anos, aluna do 4º ano da Escola Básica do 1º ciclo e Jardim de Infância de Algueirão, em Sintra, foi hospitalizada e submetida a uma cirurgia ao cérebro. A situação foi confirmada esta quinta-feira ao Correio da Manhã pela direção do Agrupamento de Escolas de Algueirão. "Tivemos conhecimento da cirurgia hoje de manhã [ontem] e já comunicámos o caso à Unidade de Saúde Pública", garantiu Fátima Morais, diretora do agrupamento. "A informação que tenho é de que, alegadamente, poderá tratar-se de uma virose dentro de um quadro gripal, mas não é uma situação que possa confirmar", explicou ainda a responsável. Um encarregado de educação, cujo filho é colega da menina, acusa a escola de agir "como se nada tivesse acontecido", sem tomar "medidas preventivas e de higienização" ou informar os pais. "A partir do momento em que soubemos que a menina estava internada, tomámos todas as providências necessárias na escola. Realizámos a limpeza, desinfeção e arejamento das salas, num processo que ainda está a decorrer", assegurou Bruno Valente, coordenador da escola frequentada pela menina, que desde segunda-feira não vai às aulas. Questionados sobre o estado de saúde da aluna, os dois responsáveis não avançaram qualquer informação. O CM tentou contactar a coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde de Sintra, Noémia Gonçalves, sem sucesso. Foi ainda feito um pedido de esclarecimentos à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, que não respondeu até ao fecho desta edição.
Bruno Valente, coordenador da EB1/JI de Algueirão, garantiu que foram tomados todos os cuidados nesta situação

25/11/2016

[TV Record] Insegurança na Linha de Sintra

Só esta semana a linha de Sintra foi palco de pelo menos dois esfaqueamentos. Gangs, grupos de jovens contra rivais ou assaltos vitimaram duas pessoas, uma com 19 anos e outra com 28.


23/11/2016

Gala de Boxe em Sacotes


Gala de Boxe, sexta-feira, dia 25 de novembro, pelas 21h00, na Escola de Boxe João Faleiro, em Sacotes.
[Rua da Beijoquinha, número 47, Sacotes]

[CMS] Consignação do novo Parque Urbano da Cavaleira

Está quinta-feira, às 15h30, consignação para o início da obra do novo Parque Urbano da Cavaleira na freguesia de Algueirão-Mem Martins. Participe.

[CMS] Munícipes colaboram com ideias para o projeto do Parque Urbano da Cavaleira

Cerca de 150 munícipes enviou ideias e sugestões para o projeto do parque urbano da Cavaleira, que está em fase de desenvolvimento na autarquia.
 A Câmara anunciou a construção deste espaço desportivo e de lazer e solicitou o contributo dos munícipes para o desenvolvimento do projeto, até ao último dia 20 de maio.

“Tivemos uma forte adesão das pessoas que vivem e trabalham em Algueirão-Mem Martins, adesão essa reveladora da satisfação que este tipo de projeto origina no seio da população”, afirmou Basílio Horta presidente da Câmara Municipal de Sintra.
A construção do parque no centro do bairro e junto ao supermercado Pingo Doce tem como objetivo a criação de um espaço para usufruto ao ar livre, utilizando o verde como elemento de ligação e de continuidade e apostando na diversidade de equipamentos. “Vamos criar um espaço amplo com zonas de estadia e lazer, circuitos de manutenção para adultos/idosos, parque infantil, zona de desporto livre, percursos pedonais e estacionamento com o forte contributo das pessoas”, referiu Basílio Horta.
“Temos feito um grande esforço para dotar as nossas freguesias de espaços verdes e de lazer”, recorda o presidente da autarquia que dá como exemplo os investimentos feitos na abertura do Parque Urbano de Fitares, em Rio de Mouro, nos Jardins da Quinta Nova da Assunção, em Belas, e no magnífico espaço da Ribafria.
Com um investimento de cerca de meio milhão de euros, a autarquia prevê a instalação de vários equipamentos de forma harmoniosa e rodeados por vegetação e fauna local, de forma a recriar a paisagem natural e cultural de Sintra.
A inauguração do espaço está prevista para o dia 25 de abril de 2017.

22/11/2016

Danos na Estação da CP

hoje ao final da tarde houve estragos na estação da CP de 'Algueirão Mem Martins' 

A PSP e os Bombeiros estiveram no local...


20/11/2016

18/11/2016

[Público] Sonhos de 2006???


A Junta de Freguesia de Algueirão-Mem Martins, Sintra, pretende executar 11 projectos de recuperação urbana, mas antes quis saber o que a população achava deles. 
Para isso lançou um concurso de ideias através do qual enviou aos munícipes 31 mil inquéritos, com informações e imagens de cada um dos projectos. Perto de quatro centenas de respostas foram recebidas, o que leva o presidente da junta, Manuel do Cabo, a congratular-se com a iniciativa. 
"Queremos ouvir a população para escolher o melhor projecto", explica o autarca, acrescentando que com isso "não se quer aliviar de qualquer responsabilidade nas suas decisões". 
Os inquéritos, lançados em Maio e cujas respostas foram recebidas até ao final do mês passado, permitiram à junta saber que "a grande preocupação da população tem a ver com os espaços verdes, o que vai ao encontro das propostas" da autarquia, observa Paulo Noguez, membro do júri encarregue de avaliar as sugestões recebidas. "Quanto melhor um decisor ou uma empresa conhece o seu cliente, melhor será a sua estratégia e o serviço a prestar", justifica. 

"A vila não tem arranjo"
Algueirão-Mem Martins é a maior freguesia da Europa. Segundo os Censos de 2001, tem cerca de 63 mil habitantes para uma área de 15,9 quilómetros quadrados. Dez anos antes tinha 40 mil residentes. Esta explosão demográfica foi acompanhada de um crescimento urbanístico desregrado, que não levou em conta as infra-estruturas e os equipamentos sociais necessários. 
"Em termos urbanísticos, a vila não tem arranjo. Não há estacionamento. Não há um largo. As ruas são muito apertadas. Os prédios crescem para cima das estradas. Não há um jardim ou um centro bonito", resume Rosalina Guerreiro, que trabalha num café junto ao largo da estação. "Ouvir a população é sempre bom. E já está na hora de mudar o aspecto da vila", diz a comerciante, mostrando o seu apoio inequívoco à iniciativa da junta.



Segundo Manuel do Cabo, o objectivo dos 11 projectos é "redesenhar a paisagem da vila", com a construção de rotundas iluminadas, espelhos de água na bacia de retenção da Tapada das Mercês e intervenções em diversos espaços verdes. A requalificação passa ainda pelo largo da estação e pela construção de um túnel "que sirva de escoamento ao trânsito proveniente do IC19". 
O projecto em que a população deposita mais esperanças - a requalificação da estação e do seu largo e a criação de estacionamento em volta - será também o que mais tempo levará a concretizar. "Poderá ser algo para 15 anos. É uma obra de grande envergadura, que envolve demolições. Por outro lado, queremos um programa Polis para ali", explica Manuel do Cabo.
As sugestões dos munícipes serão agora avaliadas por um júri "que vai compará-las com as 11 propostas". Posteriormente, adianta o autarca, alunos de arquitectura da Universidade Lusíada, com base nas ideias dos munícipes, apresentam os estudos para estes projectos. A partir desse momento vai ser lançado o concurso de execução dos projectos, seguindo-se a fase de obra. 
"Em Junho de 2007, a freguesia vai entrar em estaleiro e as obras prolongam-se até ao final do mandato", resume Manuel do Cabo. 

OpiniãoAMM: Descansa em paz Floresta Center

Texto Fábio Ventura
(Produtor e técnico de espectáculos)




Aqui podia haver um teatro. Aqui houve um teatro. Agora, lá dentro, só faltam passar aquelas bolas do deserto, como nos desenhos animados. 

Perdi a conta às vezes que corri as escolas dos Castelinhos e dos Bandeirinhas a promover espectáculos, perdi a conta aos amigos que chamei para ajudar, perdi a conta ao dinheiro que gastei, do meu bolso muitas vezes, para fazer acontecer coisas aqui. Passava aqui os meus dias (eu e a malta da Byfurcação, com quem eu trabalhava na altura). Para quê? Para agora isto ser um mamarracho que está em frente à estação das Mercês, a fazer sombra aos passageiros dos comboios. 

Que bonito.
(Inserir insultos e vitupérios aqui)


Um dia recupero o texto que escrevi quando isto fechou e mostro-vos. 

Agora estou só triste. Passar aqui, vir aqui dentro, entristece-me. À séria.
Descansa em paz Floresta Center

Sessão de Esclarecimento das Leis da Arbitragem na Tapada das Mercês

O Arsenal 72 vai promover uma sessão de esclarecimento sobre as leis da arbitragem, sábado, dia 19 de novembro, pelas 18h00, na Casa da Juventude da Tapada das Mercês.


17/11/2016

Trânsito na 'Rua Lagoa Marinha' em Mem Martins

Um report que registei/divulguei aqui no Blog no passado dia 03Out, e partilhei no Site da Câmara Municipal ficou resolvido.
O sinal de sentido proibido na 'Travessa das Eiras' em Mem Martins já ganhou cor…
Agora falta resolver uma situação de trânsito que carece de rápida resolução, a 'Rua Lagoa Marinha' no Bairro de São Carlos.

Uma Rua onde funcionam 2 instituições para crianças, e onde não existe muito espaço de estacionamento, e ao início e ao final do dia, a afluência de carros, para recolha e entrega de crianças, tornam a rua perigosa e quase intransitável, para carros e peões... e em dias de chuva torna-se caótico... 

Uma sugestão para resolução simples deste problema?
Transformar a ‘Rua Lagoa Marinha’ numa via de sentido único.
Eu pessoalmente já reportei esta situação à CMS.

15/11/2016

Exposição “O Tempo em 2725”

O Grupo de Teatro da Casa Estrela do Mar vai estar dia 17 de Novembro no Centro Cultural Casapiano (Belém) a inaugurar a exposição “O Tempo em 2725”, decorrente do trabalho com os jovens da Casa de Acolhimento Martins Correia. Esta exposição, com enfoque na educação artística e no teatro é o resultado de um trabalho desenvolvido desde o início de 2016. É aberta a toda a população, estão todos convidados!

12/11/2016

BISPO - Na Estrada (Ep.2 Fundão)



"NA ESTRADA - EPISÓDIO 2"
Um pouco do que se passou no dia 23/07/2016, no Young Summer Festival, no Fundão.

09/11/2016

Magusto 2016 na 'Qta de Sta Teresinha'


Na Quinta de Santa Teresinha

[Lusa] Utentes insatisfeitos com anúncio de polo hospitalar para Sintra

A Comissão de Utentes de Saúde do Concelho de Sintra (CUSCS) manifestou-se hoje insatisfeita com anunciada construção de um polo hospitalar em Sintra, considerando que a solução prevista é manifestamente insuficiente para os utentes do concelho.

"Não estamos satisfeitos. Consideramos lamentável que aquilo que estão a pensar para o concelho de Sintra não seja um hospital de facto. Seja uma outra qualquer solução que ainda não se percebe bem o que é de facto, que prevê entre 50 a 60 camas, quando falamos do segundo concelho do país", afirmou Paula Borges, destacando que o concelho de Sintra tem mais de 356 mil utentes inscritos nos centros de saúde.

A porta-voz da comissão de utentes salientou que o concelho tem uma área geográfica muito grande e que em junho deste ano foi calculado que existiam quase 95 mil utentes sem médico de família.

"A luta dos utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) em Sintra continua a ser a mesma e continua a ser a construção de um hospital público no concelho de Sintra e não qualquer coisa intermédia que não se percebe muito bem o que é", referiu, considerando que existe uma série de contradições em cima da mesa, salientando que o presidente da Câmara anunciou na sexta-feira a construção de um novo hospital e o ministro da Saúde veio "dizer perentoriamente que não é um hospital".

A comissão de utentes considerou, ainda, "absolutamente inaceitável, absolutamente disparatado", o encerramento da unidade que está a funcionar em Algueirão-Mem Martins, porque "não é solução para pessoas que vivem em freguesias mais afastadas do corredor da linha de Sintra".

"Ainda na semana passada o hospital Amadora-Sintra não estava a apresentar solução para atendimento de pessoas a nível dos serviços de cardiologia e de obstetrícia. A nota que temos é que as pessoas que precisaram de recorrer ao serviço de obstetrícia terão sido deslocadas para Cascais. As pessoas que tiveram problemas cardíacos durante a noite foram encaminhadas para o São Francisco Xavier, demorando entre a chamada dos bombeiros, a posterior vinda do INEM e a sua entrada em São Francisco Xavier quase três horas", afirmou.

A solução, para a Comissão de Utentes, seria a construção de um "hospital público no concelho de Sintra com capacidade para 200 camas, que contemple também internamentos e que não seja esta solução, que não são os cuidados integrados e continuados que dão resposta às necessidades do concelho de Sintra".

O presidente da Câmara de Sintra, Basília Horta (PS), anunciou na sexta-feira que o Ministério da Saúde vai investir na construção de um novo hospital em Sintra, com 50 a 60 camas, além das urgências e cirurgia ambulatória, e no alargamento do de Cascais, para servir mais utentes das freguesias do município sintrense.

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, esclareceu no domingo, na Figueira da Foz, que não se trata de um novo hospital, mas de "um polo do Hospital Amadora/Sintra [Hospital Fernando da Fonseca], sem internamentos e muito parecido ao modelo do hospital do Seixal".

O novo polo hospitalar terá "cuidados integrados e continuados", acrescentou, adiantando que também está prevista a possibilidade de ampliar o Hospital de Cascais".

RCS (JEF/LYFS) // JLG

Lusa/fim