24/02/2013

Fashion Victim


Humor com origem em Mem Martins (excerto do texto)
"...No entanto, décadas antes de sequer sonhar que uma loja de roupa poderia aspirar  ao glamour de uma C&A, fui desde tenra idade peregrino do santuário de Fátima do prêt-a-porter, Meca dos atoalhados  e  Jerusalém dos jogos de cama.  Senhoras e senhores, aqui fica a minha singela homenagem a esse mito vivo do têxtil em Mem Martins: “São&Costa"...
*Fashion Victim*[clica para ler todo o  texto]
Espreitem mais coisas destas em www.andresilva.eu

17/02/2013

Nova Escola Visconde Jorumenha

É mesmo verdade... está a nascer a nova Escola Visconde Juromenha...

Uma parte significativa das antigas construções já foram demolidas, e já cresce a estrutura do novo edifício...
Foto Fevereiro 2013


16/02/2013

Baile da Pinha 2013


23 Fevereiro - 22h
*Recreios Desportivos do Algueirão*
Conjunto Musical Magos do Ritmo

*****
24 Fevereiro - 15h
*Mem Martins Sport Clube*
Conjunto Musical Orange


Mais informações
RDA >> 219 211 405
MMSC >> 219 210 532


Desaparecimento de Arte Pública

O que se passa em Mem Martins? 
Quase não existe arte pública nas ruas, e mesmo assim desaparece... 



15/02/2013

Simulacro no Fórum Sintra - Bombeiros Algueirão Mem Martins

Na madrugada de dia 27 de Janeiro, os Bombeiros Voluntários de Algueirão Mem Martins desenvolveram  mais um treino de combate a incêndios, desta vez numa grande superfície comercial, o Fórum Sintra.
Formatura na parada do quartel antes do exercíci
Os maiores constrangimentos nestas estruturas, são originados pelas distâncias que dificultam as operações de combate e apoio logístico.
Viaturas preparadas para a saída
Foram simulados um incêndio na restauração e um incêndio num veículo parqueado no piso -3.
Chegada das viaturas ao Fórum Sintra
 Estiveram envolvidos mais de 40 operacionais.

Bombeiros procedem a busca e salvamento
Entre fumo e "chamas", a extinção do "incêndio"
viatura em chamas e diversas vítimas no parque de estacionamento
Busca e reconhecimento: bombeiro avalia as "vítimas"
Elementos de comando dos Voluntários de Algueirão-Mem Martins: segundo comandante Nuno Coroado e comandante Joaquim Leonardo
Foto de grupo dos Bombeiros de Algueirão-Mem Martins após o primeiro exercíci
Todo o trabalho fotográfico e de acompanhamento 
realizado por João Paulo Teixeira (c) 2013

14/02/2013

Museu São João de Deus – Psiquiatria e História

Está localizado na freguesia de Algueirão Mem Martins, na Casa de Saúde do Telhal, o primeiro museu português dedicado à história da Psiquiatria em Portugal.


O Museu tem um espólio diversificado, oferecendo aos seus visitantes, por exemplo, os trabalhos criativos realizados pelos próprios utentes das Casas de Saúde ao longo do século XX. Entre estes encontramos obras de artistas portugueses de renome, como as aguarelas de Stuart de Carvalhais, as pinturas de Mestre Abreu, as maquetas de Simões Costa, ou as pirogravuras de Gastão Eiró


Ontem, no programa da RTP "Portugal em Direto", foi transmitida uma reportagem sobre este museu, com declarações de dois médicos desta casa de saúde, Dr. José Castelão e do Dr. Vitor Cotovio

INFORMAÇÕES
Estrada do Telhal, s/n
2725-588 MEM MARTINS
Tel.: 219 179 200
E-mail: cst.telhal@isjd.pt
Web: www.isjd.pt/cst.telhal


Abaixo, os links com a Emissão RTP do programa "Portugal em Direto" com a respectiva reportagem

Parte 1 -> 18:06 às 18:13 [clica]
Parte 2 -> 18:33 às 18:38 [clica]

Portugal em Direto de 13 Fev 2013 - RTP Play - RTP [clica]

CTT - São Carlos

No vidro do antigo espaço comercial, em São Carlos, onde funcionava o posto de apoio dos CTT, já se encontra expressa a mensagem de "Abre Brevemente"...

Irá manter os mesmos serviços??


13/02/2013

Academia da Motivação

Projecto com crianças do Casal de São José - Mem Martins

Tirar as crianças da rua e dar-lhes expectativas para as suas vidas é a filosofia subjacente à Academia da Motivação, um novo espaço lúdico-pedagógico criado, no Bairro Casal de São José, em Mem Martins, pela Associação de Fiéis Diakonia. Inserido num projecto que visa combater a exclusão social, a Academia da Motivação é uma ferramenta que pretende fomentar o sucesso escolar, através de apoio ao estudo, mas sem esquecer a vertente de ocupação de tempos livres.

A nossa filosofia é ‘Educar, Formar, Sensibilizar e Crescer Cidadão’, promovendo as competências pessoais e sociais das crianças dos 6 aos 12 anos”, explica Helena Cassapo, técnica responsável pelo Projecto de Desenvolvimento do Bairro Casal de São José, um dos primeiros aglomerados construídos ao abrigo do PER (Programa Especial de Realojamento), que não dispunha, até agora, de qualquer resposta em termos lúdico-pedagógicos.

Um equipamento que responde às necessidades da própria comunidade, em que as crianças estão entregues a si próprias. O Casal de São José é caracterizado por “famílias desfavorecidas, com baixa escolaridade, trabalhos precários, muitas vezes com dois ou mais empregos, que saem muito cedo, regressam muito tarde e as crianças não têm suporte familiar para os ajudar nos trabalhos de casa”, adianta aquela técnica, que vai contar nesta missão com uma equipa multidisciplinar de voluntários.

A Academia da Motivação divide-se em três valências: o apoio ao estudo/explicações e actividades lúdico-pedagógicas, actividades de tempos livres e os Sábados com Arte. Um conjunto de iniciativas que “vai ocupar os tempos livres das crianças e criar incentivos para que, no futuro, tenham outra perspectiva de vida e até mesmo da sociedade onde se inserem”, frisa Nuno Santos, presidente da direcção da Associação Diakonia, uma instituição particular de solidariedade social com mais de 20 anos de acção solidária.

Situado na Avenida Cândido de Oliveira n.º 6 loja A, a Academia da Motivação vai funcionar, durante a semana, com a componente de prolongamento após as aulas e a vertente lúdica, neste caso assente em cantinhos motivadores existentes nas instalações da academia. “Trabalhamos as tais competências pessoais e sociais através dos nossos cantinhos, como da horta/ /jardim, da copa, das artes, do cinema, da biblioteca e do apoio ao estudo, do desporto e da vida saudável”, sublinha Helena Cassapo.

As actividades de tempos livres vão decorrer em particular nas férias escolares, dando enfoque às iniciativas fora do bairro, “precisamente para as crianças terem contacto com outras realidades”. Aos sábados, vão ter lugar as actividades culturais e de lazer, como a formação de um grupo de teatro ou de um coro, neste caso com o apoio da cantora Mónica Sintra, madrinha do projecto, que marcou presença na inauguração da academia no passado dia 18 de Janeiro.

Com capacidade para cerca de 90 crianças, a Academia da Motivação vai “tentar colmatar o sentimento de exclusão sentido e vivido pelas crianças do nosso bairro”, resume Helena Cassapo, que acredita que “crianças motivadas são crianças felizes” e não esquece o “carinho” demonstrado por muitas entidades e empresas, que permitiram equipar os cantinhos motivadores, para além da parceria com a Câmara de Sintra e com a Junta de Freguesia de Algueirão-Mem Martins que viabilizou o aluguer das instalações.

O novo equipamento será, ainda, segundo o presidente da direcção da Diakonia, “o motor para que outras iniciativas vão surgindo porque temos noção de que não vamos conseguir abranger toda a gente, mas, se dermos o exemplo, puxaremos outras instituições a desenvolver outros projectos, para outras faixas etárias e realidades”. Para esse efeito, a Diakonia criou, em espaço adjacente nas mesmas instalações, um Gabinete de Inserção Profissional.

12/02/2013

Projectos da Junta de Freguesia de Algueirão Mem Martins

Projectos da Junta de Freguesia 
de Algueirão Mem Martins
[clica abaixo para ampliar]

"Tapada das Mercês"

A Tapada das Mercês é provável um dos piores projectos urbanísticos da área metropolitana de Lisboa dos últimos 30 anos. A empresa "Cintra - Urbanizações, Turismo e Construções, S.A", foi a responsável pela urbanização, e pela destruição de toda a macha verde que existia neste local, e que pertenceu durante muitos anos à família de Sebastião José de Carvalho e Melo (Conde de Oeiras e Marquês de Pombal)


Nos dias que correm, junto à Capela de Nossa Senhora das Mercês e da propriedade histórica, ainda existe um pequeno espaço verde, que faz recordar toda a antiga encosta. Como era prática nos anos 80, um incêndio floresta, foi o ponto de partida para a conversão do espaço.

Assim, provavelmente inspirados na ganância do betão, que toda a linha de Sintra foi alvo no pós-25 Abril, os prédios substituíram o verde, e cresceram, na minha opinião, de uma forma descontrolada e longe de boas normas urbanísticas, numa encosta com algum declive.

As primeiras Torres a ser construídas prometiam um urbanismo menos denso e mais espaço público.


A antiga estação de comboios, que diversas vezes foi premiada pela CP pelo seu aspecto cuidado, foi demolida. 
O Centro Comercial das Mercês, na torre em frente à estação nunca funcionou, nascendo mais tarde num edifício próprio o Floresta Center, com uma árvore de pássaros que falavam...


Passados todos estes anos, a Câmara Municipal ainda não tem total poder sobre um espaço público pouco qualificado, degradado e com ausência de espaços verdes. O excesso de construção criou problemas nos acessos de emergência, à noite e fins de semana, para bombeiros.


E como prova do abandono, na actual revisão do PDM, a Tapada das Mercês foi totalmente esquecida e ignorada por parte das entidades municipais. Será que ninguém tem ideias para tentar corrigir os problemas existentes nesta zona da freguesia de Algueirão Mem Martins???


 Aproxima-se as eleições autárquicas, devem estar a chegar mil promessas e soluções milagrosas...