31/07/2010

Jornal de Sintra - Instabilidade politica em Algueirão - Mem Martins - 2

O artigo do Jornal de Sintra "Instabilidade politica em Algueirão Mem Martins", da edição de 23 Julho, levantou a indignação do presidente da Junta de Freguesia, que contestou a versão politica partidária que foi dada ao texto.

Deixo os textos publicados esta semana, com as palavras do Presidente da Junta e com a resposta da jornalista que assinou o trabalho. 

Cada um pode ler e tirar as suas conclusões... enfim, politiquices inúteis, orçamentos por aprovar, tanta coisa para fazer e...... e.... parece que isto é que é importante....
 

25/07/2010

Rancho Fol. As Vendeiras Sal. Mem Martins - Sintra

No Jornal "Correio de Sintra" desta semana chamou-me a atenção uma foto das festas nos Negrais, onde esteve presente uma colectividade da freguesia... no entanto acho que uma entidade que merece todo o respeito da população, pelas qualidade, pelas marcas e memórias do passado saloio da freguesia, merecia uma placa digna de apresentação.
Eu sei o nome do Rancho, mas fiz um pequeno exercício em 3 ou 4 pessoas, e mostrei esta fotografia, mantendo o meu silencio, e recebi a pergunta óbvia: - Vendedeiras de Sal em Mem Martins?

É verdade, a mensagem errada que pode ser transmitida devido à falta de espaço para escrever umas palavras... numa placa tão engraçada, que até tem pintada a nossa Capelinha de Nossa Senhora da Natividade... acho que isto merecia ser corrigido, o Rancho merece...

Já agora, Tu Sabes o nome?

23/07/2010

Jornal de Sintra - Instabilidade politica em Algueirão - Mem Martins

Na edição desta semana, o "Jornal de Sintra" dedica duas paginas a fala-nos da Instabilidade politica que se vive na Junta de Freguesia de Algueirão - Mem Martins, numa reportagem da jornalista Vanessa Sena Sousa.

Link para edição em PDF


21/07/2010

Antiga Estação de Comboios das Mercês - 1993

Neste vídeo, assinado por Fernando Pedreira, regressamos até ao ano de 1993, e recordamos a circulação dos antigos comboios da Linha de Sintra, e a antiga Estação de Comboios das Mercês.

Neste filme, podemos observar um dos pormenores destas antigas carruagens, que é o facto de  poderem circular com as portas abertas... tal como algumas pessoas inconscientes viajavam sentadas nos degraus... Outros tempos...

19/07/2010

Placas sem sentido

Bem, este post é simples e dá origem a uma pergunta: Há quantos anos é que a Gymnasium fechou na Alameda Afonso de Albuquerque?... O que é certo é que estas placas permanecem lá até aos dias de hoje...

Será que ninguém tem responsabilidade de retirar estas placas? O ex-proprietário? A Junta de Freguesia? A Câmara Municipal?
A Policia Municipal também não terá como responsabilidade analisar estas situações?


Esta é uma problemática que existe por vários locais da freguesia, com placas sem sentido, com indicação de lojas que já fecharam, lojas que mudaram de localização, e até mesmo placas onde não se consegue ler o que lá está escrito.
 

Eu sei que isto não é um grande problema, nem um assunto relevante no meio de tantos problemas da freguesia, mas é feio... demonstra abandono, descuido, falta de cuidado, falta de brio...

15/07/2010

EMANUEL - Ritmo do Amor

Ora aqui está uma coisa talvez inédita, um videoclip com filmagens nas ruas de Mem Martins e num Talho também em Mem Martins:

Min 0:31 - Estrada de Martins, junto à estação
Min 1:08 - Talho ExtraCarnes, junto da BelaVista
Min 2:24 - Talho ExtraCarnes, junto da BelaVista

12/07/2010

11/07/2010

Segundo Teatro 2010 - 4ª Edição do Festival de Teatro de Algueirão - Mem Martins

Até 2 de Agosto serão 4 as companhias de teatro que apresentarão os seus mais recentes trabalhos ao público, que terá a oportunidade de assistir a 4 espectáculos de qualidade, de forma gratuita, na Sala 2 do Antigo Cinema do Floresta Center.

O festival encerra com música ao vivo, no parque de estacionamento do referido centro comercial (ao ar livre). Este ano na sua quarta edição, o Segundo Teatro dá lugar a uma grande diversidade de propostas, apresentando uma programação principal na qual pontuam companhias consagradas, oriundas da área metropolitana de Lisboa - Artistas Unidos, Companhia do Teatro Bocage, e Animateatro. A fechar, a Byfurcação apresentará o seu útimo trabalho e haverá ainda música ao vivo com os Plas' Fêmeas,, com um estilo musical «Parecido com: nada em especial; tudo em particular... ».

O Segundo Teatro '10 é organizado pela bYfurcação (www.byfurcacao.com) e pela Junta de Freguesia de Algueirão Mem-Martins e conta com a colaboração especial do Floresta Center.

Todos os espectáculos têm entrada gratuita (no limite dos lugares disponíveis).

segundoteatro - Programação Principal


Paz Mundial
Animateatro

12 de Julho
| 21h30 |
Floresta Center (antigas salas de cinema)




 


Um Precipício no Mar
Artistas Unidos

19 de Julho | 21h30 |
Floresta Center (antigas salas de cinema)







O Teatro Possível
Companhia do Teatro Bocage

26 de Julho | 21h30 |
Floresta Center (antigas salas de cinema)






O Juramento dos Horácios
Byfurcação

2 de Agosto | 21h30 |
Floresta Center (antigas salas de cinema)



 





espectáculodeencerramento 

música ao vivo 
Plas' Fémeas
2 de Agosto | 21h30 | Parque de estacionamento do Floresta Center


+ Informação | Contacto:
Web: www.byfurcacao.comEmail: geral@byfurcacao.comEste endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Tlm.: 931 157 675 * 938 598 247
Organização: Byfurcação | Junta de Freguesia de Algueirão Mem-Martins

Grupo de Bombos das Mercês

Actuação do Grupo de Bombos das Mercês - Festas de S. Pedro em Pêro Pinheiro 26/06/2010


05/07/2010

Rita Spider agradeceu ao Progresso Clube

Numa das Ultima Gala de "Achas que Sabes Dançar" na SIC, a bailarina Rita Spider agradeceu no final da sua actuação ao Progresso Clube, colectividade onde é professora, todo o apoio que tem recebido...

02/07/2010

[Jornal de Sintra] Presidente da República elogia empreendedorismo dos jovens de Sintra







Foi com uma visita à Casa da Juventude na Tapada das Mercês e à vila de Sintra, no dia 25 de Junho, que o Presidente da República, Cavaco Silva, encerrou o V Roteiro para a Juventude. Foram muitos os jovens do concelho que mostraram os seus sonhos e projectos ao Chefe de Estado e foram também muitos os elogios tecidos por este ao empreendedorismo dos jovens sintrenses.
Fiquei particularmente sensibilizado com o trabalho que se realiza na Casa da Juventude”, sublinhou Cavaco Silva, depois de uma visita que começou na Tapada das Mercês, e terminou na vila de Sintra, como forma de encerramento do V Roteiro para a Juventude, no dia 25 de Junho. O Chefe de Estado realçou a “inovação, a criatividade e o empreendedorismo para a afirmação de Portugal” e teceu vários elogios aos jovens sintrenses que, assim como todos os outros jovens que foram visitados por Cavaco Silva no âmbito do Roteiro, são “bons exemplos de empreendedorismo”.
No seu percurso por Sintra, o presidente teve a oportunidade de contactar com jovens que se têm empenhado em projectos inovadores. Da Escola Secundária Padre Alberto Neto, em Queluz, grupos de jovens expuseram as suas “mini-empresas”, criadas no contexto do programa “Aprender a Empreender” da Junior Achievement Portugal*. De Algueirão-Mem Martins, a Associação Islâmica da Tapada das Mercês e Mem Martins recebeu também especial atenção pelo seu trabalho de integração de pessoas de cultura islâmica da freguesia em que está integrada. Da Escola Básica 2,3 Visconde de Juromenha, a Oficina de Teatro e Expressões actuou com músicas portuguesas conhecidas. Da Escola Básica 2,3 Mestre Domingos Saraiva, a Orquestra Juvenil MDS, que actuou em frente ao Palácio da Vila. De Mira Sintra, a Casa Seis – Associação para o Desenvolvimento Comunitário deu as boas-vindas ao Presidente no Palácio de Valenças, com uma dança africana. No Largo do Palácio, 21 stands constituíram a Mostra do Empreendedorismo Jovem do Concelho de Sintra. Foi assim recebido o Presidente da República em Sintra.
Apoiar os jovens para “não os ver partir para outras partes do mundo”
Segundo Cavaco Silva, a grande responsabilidade da sociedade é “criar condições para que as potencialidades dos jovens empreendedores passem de sonhos a realidades”. O apoio aos jovens é crucial para o futuro do país, sublinha o presidente da República: “se não criarmos espaço para os jovens portugueses afirmarem os seus talentos e os seus méritos teremos a tristeza de os ver partir para outras partes do mundo. Se isso acontecer o futuro do nosso país será um pouco mais sombrio”.
O Chefe de Estado elogiou e agradeceu aos jovens, especialmente “os que não se resignam a que Portugal seja apenas o 19.º país da União Europeia em termos de desenvolvimento económico, que não se resignam a que Portugal atrás de si tenha apenas 8 países, que não aceitam que Portugal no ano 2012 esteja ainda a produzir menos do que aquilo que produziu em 2007”.
Em Sintra, no entanto, foram criadas 1200 novas empresas em 2009, segundo dados de Manuel do Cabo, na qualidade de presidente da Associação Empresarial de Sintra (AESintra). Contudo, “mais de 2 mil tiveram de fechar as suas portas”, o que representa um “saldo negativo”.
Como dirigente associativo, o responsável criticou o facto de as associações regionais estarem “cada vez mais distantes do poder central, do poder de decisão”, o que faz com que não tenham “expressão política nem poder negocial”.
Apesar das críticas, Manuel do Cabo salientou que Sintra é um “concelho em que ainda vale a pena investir, mesmo com a crise”.
*Mini-empresas estiveram em grande durante a visita do Chefe de Estado
Milklife, Cleaner, Eco+, Siga, BrincAprende e Aproxima-te são projectos criados por jovens da Escola Secundária Padre Alberto Neto de Queluz e apresentados na Casa da Juventude da Tapada das Mercês. Cavaco Silva conversou com cada grupo de jovens, que apresentou as suas ideias. Desde um batido que é também um pequeno-almoço completo, a medidas de protecção do ambiente, a ecopontos personalizados e fora do comum, a um portal de internet para ajudar outros jovens na escola académica e profissional, a um jogo educativo para crianças do 1.º ciclo e até um projecto de solidariedade contra a pobreza e a exclusão – estes são exemplos, como sublinhou o Chefe de Estado, do empreendedorismo que o país precisa.

01/07/2010

Ligação Ouressa/Cavaleira

Abriu a ligação Ouressa/Cavaleira.... foguetes, fogo de artificio, delírio....


29 de Junho de 2010, Feriado Municipal, dia de S.Pedro... e quase que parece um milagre do S.Pedro. Tantos anos depois, a Freguesia de Algueirão Mem Martins, ganha uma nova ligação. 

Finalmente, torna-se fácil a deslocação dos Bombeiros até à Cavaleira, até à Coopalme. Finalmente, a zona da BelaVista, respira um pouco mais, no que diz respeito ao transito.


Penso que mais uma vez, Algueirão Mem Martins sofreu com o problema da falta de planeamento, pois tudo nasce, tudo cresce, e só depois se pensa nos problemas. O Bairro de Ouressa e o Algueirão, apesar de vizinhos, viviam separados por Quilometros... sim, quilómetros (exemplo para a ligação Piscinas de Ouressa/ Escola da Coopalme - 3,9km pela BelaVista e 5,9km pela Portela)


É de registar, que esta obra implicou com a destruição de um espaço de lazer. Um campo de jogos, usado para os jovens ocupar o seu tempo. Perdemos um, dos poucos que existem...


Esta ligação retira um pouco a pacatez ao habitantes daquela zona do Algueirão, zona de moradias. Poderá também vir a aumentar o transito na Zona do Cruzeiro, pois quem se encontra na zona de S.Carlos, mais facilmente chega ao Algueirão através da nova ligação, evitando a deslocação até à BelaVista, e deste modo, no Cruzeiro, irá virar para a Rua Dr Joaquim Fontes, aumento o transito na Estrada de Mem Martins.



Outra situação a ter em conta, será a existência de sistema que restrinjam a velocidade naquele local, pois apesar de se encontrar dentro de uma localidade, aquela zona torna-se perigosa, pela facilidade de atingir grandes velocidades, e a nova rotunda de Ouressa, do modo que se encontra construída, parece-me um alvo fácil para os mais desatentos e menos cuidadosos. Também será importante o reforço da iluminação no local.

Penso que também se deveria pensar em algo, pois dentro de um mês (previsão minha) estas paredes de betão estarão preenchidas de riscos e graffittis... Que tal uma solução igual à que foi executada no IC19 no Cacem? Ou então a solução aplicada na passagem junto da PSP?


Penso que este novo acesso abre uma nova janela de oportunidade para requalificar o jardim  (ou Parque Urbano, como eles chamam) existente na Coopalme, que se encontra em total abandono. É claramente um espaço que faz falta à freguesia, mas que deve ser devidamente estimado. Não é só inaugurar, é preciso tratar... 

Era uma bonita imagem para a freguesia... um jardim cuidado e central (que utopia...)


E tenho a registar que finalmente se vê obra feita em Algueirão Mem Martins, talvez com 20 anos de atraso (sim, os acesso deviam ser planeados antes das urbanizações), mas mais vale tarde do que nunca...