28/03/2009

Algueirão-Mem Martins, duas vezes na TV esta semana [video]

Esta semana foi possível ver noticias sobre a freguesia na TV, e mais uma vez, infelizmente, não pelos melhores motivos.

Sábado, 28 de Março de 2009
SIC - Jornal da Tarde
A SIC apresentou uma reportagem sobre a Insegurança na Freguesia.
"Medo é a palavra que melhor define o que sente, quem vive ou trabalha na zona de Mem Martins - Algueirão, no arredores de Sintra", é com esta frase que o jornalista da SIC, Pedro Mourinho, faz a apresentação da reportagem sobre a insegurança em Mem Martins.
Eu ao ver esta reportagem senti-me descontextualizado com a freguesia onde sempre vivi:
Assaltos? Sequestros? Violações? Medo? Mem Martins virou um Bronx?
Eu que passo, quase diariamente na zona da estação, de Mem Martins, estou ciente do tráfico de droga nesta zona, que já assisti por diversas vezes em plena luz do dia, e tenho conhecimento de vários assaltos a lojas, no entanto, tudo o resto parece-me exagerado, ou não? Não há um certo exagero nesta reportagem? Uma coisa é certa, que é a inexistência de Policia ns ruas, fenómeno que aconteceu desde que se deu a troca da GNR para a PSP.

No entanto se é verdade toda a informação desta reportagem, o que estão as autoridades à espera para uma reacção em força para resolver o problema? Sequestros e Violações não é um assunto demasiado grave?

E surge outra dúvida, a PSP não pode intervir na passagem por debaixo da estação da CP? Isso é claramente brincar com a segurança das pessoas. Porquê? Não é um espaço público? Ou será um OffShore de assaltantes, criminosos e bandidos?



Terça-Feira, 24 de Março de 2009RTP - Portugal em Directo
A RTP apresentou uma reportagem sobre a Feira de Fanares

Parece óbvio, aos olhos de todas as pessoas com bom censo, que a Feira de Fanares, já não corresponde aos padrões de qualidade e conforto para os dias de hoje, causando graves transtorno aos residentes daquela zona da Freguesia. No entanto, a sua deslocação para a Tapada das Mercês, vai ser um duro golpe para os feirantes, (na minha opinião), pois para muitos dos actuais frequentadores da actual feira, este novo local fica deslocalizado, e numa zona onde o percurso a pé não é de todo confortável.

Para mais, na Tapada das Mercês, muito perto do local da nova Feira, já existe um Mercado Municipal que não parece ter grande adesão da parte da população.

E esta nova localização não irá levantar, também, problemas e desconforto aos moradores dos prédios naquela zona? E como será às quartas-feira? O barulho da feira mesmo ao lado da escola Maria Alberta Menéres?

O Presidente da Junta de Freguesia garante que a nova feira estará em funcionamento em Julho... Esta garantia será igual à que foi dada pela Ministra da Saúde, sobre que a urgências na Messa estariam prontas no final de Março? Ou à garantia da Câmara de Sintra que a passagem Cavaleira/Ouressa estaria pronta em 2007? Ficamos todos a aguardar, para verificar qual o significado desta garantia...

E será, que irá ser criado um espaço com as devidas condições, para poder fazer frente, efectivamente, às grandes superfícies comerciais que já existem, e estão a ser criadas, ou será um espaço que servirá para uma morte lenta deste tipo de comércio na freguesia?

27/03/2009

Norauto em São Carlos - Mem Martins

Mais um... Acho que desisto...
Eu bem tento lutar contra este excesso de comércio de grandes dimensões, mas sei que a minha luta é em vão, e para muito sem sentido, mas pelo menos expresso a minha indignação, é algo a que ainda tenho direito num estado democratico.

Já se encontra em construção a Norauto, em São Carlos (Mem Martins), em frente às instalações da Schering, e perto da Decathlon.
















Um espaço com loja e oficina, muito provavelmente idêntico ao existente em Alfragide, junto ao Centro Comercial Alegro.
















Desta forma, neste momento encontram-se em construção e em obras Norauto (S.Carlos), Sintra Fórum (Alto Forte), Modelo (Mem Martins) e o Aldi (Mem Martins), estão para muito breve o inicio das obras do novo Minipreço (Mem Martins)
















Em Portugal são impostas quotas nas pescas, na agricultura, no leite, no número de mulheres na politica, e eu pergunto: "Não faria sentido impôr cotas para grandes superficies numa determinada zona?"
Quando o pequeno comércio estiver na ruina, estas grandes supercies ficam totalmente á vontade para impôr os preços a seu belo prazer.
E com certeza há quem esteja a pensar nos empregos que são criados, e é verdade, mas não sei se compensam, todo o desemprego e ruína que causa no pequeno comércio.

Este é apenas o meu ponto de vista, se canhar estou a pensar mal, admito...

26/03/2009

Obras do "Sintra Fórum"

Já começaram as limitações no Feira Nova de Sintra, com as obras do novo "Sintra Fórum".














O estacionamento está vedado no exterior, sendo apenas permitido estacionar no estacionamento subterrâneo, e algumas zonas a nascente do estacionamento exterior.
A Zona de Unidades de Restauração encontra-se vedada, com as lojas encerradas, permitindo apenas acesso ao estacionamento inferior.

























Espero que todas as condições de higiene sejam preservadas, e não se repita a vergonha, que se tornou publica, com a intervenção da ASAE, durante as obras do Centro Comercial Alegro, em Alfragide, em que o hipermercado continuou a funcionar, mesmo existindo um intenso pó proveniente das obras, em todo o espaço comercial.
Espero que os responsaveis do Hipermercado saibam ter o divido respeito pelos clientes, e pelos consumidores em geral.















Ficam aqui mais umas imagens, de mais um "Templo de Consumo".
Coitado do comércio tradicional....


25/03/2009

Radio Ocidente - Ouvi-la é Fundamental...

Esta música era sem duvida umas das referências da rádio Ocidente.
Ao mostrar esta música a algumas pessoas senti a nostalgia, a saúde e a memória...

Sintra perdeu com o final desta rádio. A população deixou de ter noticias locais, deixou de ter uma referência na informação regional, na música portuguesa, nos programas de entretenimento.

A Mega FM pode ser uma rádio de qualidade, mas de regional não tem nada. Afinal em que consiste a lei da rádio? Qual o objectivo das rádios locais? As três rádios pertencentes ao Concelho de Sintra estão a três entregues a igrejas, longe das simples pessoas que gostam da companhia da rádio, em casa, no carro e no trabalho...

Onde fica a ligação das rádios com as colectividades, com as escolas, com as associações de moradores, e com os problemas que as pessoas sentem no dia-a-dia?

Aqui deixo uma boa memória, num vídeo feito por mim:

20/03/2009

18º Aniversário do Programa "Cruzeiro de Domingo"

O Programa "Cruzeiro de Domingo", com locução do Comandante Carlos Corveira, que fez parte da Programação da extinta e saudosa "Rádio Ocidente" e desse modo foi emitido durante alguns anos de Mem Martins, continua vivo, e actualmente pode ser ouvido das 9h às 12h, na Rádio "Horizonte FM", 92,8FM.
No próximo dia 5 de Abril, vai festejar o seu 18º aniversário, em mais uma fantástica festa, no Salão de Festas da Terrugem, Sintra.
Toda a informação sobre a festa, preços, artistas, no filme em baixo.

18/03/2009

Algueirão - Mem Martins, tem condições para ser cidade?















Quais as condições para uma localidade ser elevada à categoria de cidade?


Necessita de ter (Art. 13 da Lei nº 11/82 de 2 de Junho): o Mais de 8000 eleitores, em aglomerado populacional contínuo o Pelo menos metade dos seguintes equipamentos colectivos:

+ Instalações hospitalares com serviço de permanência (Sim)

+ Farmácias (Sim)

+ Corporação de bombeiros (Sim)

+ Casa de espectáculos e centro cultural (Não)

+ Museu e biblioteca (Não)

+ Instalações de hotelaria (Não)

+ Estabelecimento de ensino preparatório e secundário (Sim)

+ Estabelecimento de ensino pré-primário e infantários (Sim)

+ Transportes públicos, urbanos e suburbanos (Sim)

+ Parques ou jardins públicos (poucos e demasiado pequenos)

Importantes razões de natureza histórica, cultural e arquitectónica poderão justificar uma ponderação diferente dos requisitos enumerados nos artigos 12º e 13º (Art. 14 da Lei nº 11/82 de 2 de Junho)

15/03/2009

Ligação Ouressa-Cavaleira concluida em 2007

Encontrei um jornal velho, o Correio da Cidade de Dezembro de 2006, e ao desfolhar encontrei esta noticia, e como achei interessante, decidi digitalizar e colocar aqui.

Não vou fazer qualquer comentário, cada um pensa por si...

Para ver a noticia com mais qualidade, basta clicar em cima da imagem.














Mas exactamente na mesma edição do Jornal, encontrei outra noticia que me obrigou a esboçar um sorriso de ironia...
Para ver a noticia com mais qualidade, basta clicar em cima da imagem


















A única observação que faço, é que estamos em ano de eleições...

12/03/2009

Petição contra as portagens no IC16 e IC30
















Está a decorrer uma petição contra as portagens no IC16 e IC30, (que serão três zonas de portagem)

Quem quiser mostrar o seu desacordo, pode ler e assinar esta petição, que será reencaminhada para os orgãos autarquicos e governamentais.

Link para Petição
http://www.petitiononline.com/IC16IC30/petition.html

11/03/2009

Obras do Modelo de Mem Martins

E ai está... Começaram as obras...
Aquilo com o qual eu tanto discordei, já começou...
Maquinas e camiões já fizeram a desmatação, e iniciaram as terraplenagens...
O Modelo de Mem Martins

Isto é sem duvida algo com o qual eu nunca concordei, pelo facto de já existir excesso de grandes/medias superfícies nesta zona. A crise, e esta concorrência desleal, estão a aniquilar o pequeno comércio, alias, basta fazer um passeio na Rua de Fanares, e contabilizar as lojas que fecharam nas últimas semanas.















Mas sinceramente, preocupa-me o trânsito que este espaço vai criar, numa zona já por si congestionada de Mem Martins. Quem utiliza esta artéria da vila, acima de tudo a hora de ponta, sabe perfeitamente o trânsito, e a demora que normalmente ali são criados. E agora?
Vai ser construída uma nova rotunda? O acesso será pela Rua. S. Francisco Xavier?















Venha o Diabo e escolha...
A Rua S. Francisco Xavier é uma zona calma, de moradias, frequentada acima de tudo por crianças e adolescentes, que se dirigem para a Escola Secundaria de Mem Martins. Irá ser injectado mais transito nesta avenida, diminuindo a segurança das crianças e dos adolescentes, e reduzindo drasticamente o sossego de quem habita naquela zona?
















Ou será criada mais um rotunda na Rua António Feijó? Mais trânsito, mais movimento, e imagino durante o Natal...
E será que o projecto prevê condicionantes para este pequeno ribeiro (foto abaixo), que normalmente serve de drenagem de águas das chuvas?


























Estamos cá para ver o que vai acontecer, mas o Aldi deve abrir brevemente, as obras do Modelo já começaram e muito brevemente devem começar também as obras do Minipreço...
Crise? Qual crise?

10/03/2009

Deputados questionam Segurança em Mem Martins

Este blog não tem qualquer cor politica, mas quando existe uma intervenção de um partido politico, que eu acho que mereça referência, não tenho qualquer problema em o divulgar, e parece que finalmente dois deputados na Assembleia da Republica, decidiram interrogar o Governo, sobre a insegurança vivida na zona da estação de Mem Martins, e ao Tráfico de Droga que existe naquela zona. Parece que finalmente alguém resolveu dar ouvidos, ao grito que está escrito no túnel, junto ao Centro de Saúde, e que já esteve escrito em mais zonas. Obrigado Senhores deputados Bruno Dias e António Filipe.















Clica em cima da imagem, para conseguir ler o documento da
Assembleia da Republica a interrogar o Governo:










[Correio da Cidade] 'Podia ter sido uma tragégia'







08/03/2009

Graffitis nos comboios da Linha de Sintra [video]

Este é um tema que eu já abordei, e volto agora a fazer referência, pelo rápido agravamento da situação.

Quem circula com frequência na Linha de Sintra, ou está atento à passagem dos comboios, certamente sabe perfeitamente do que eu estou a falar. Praticamente todos os comboios em circulação já foram alvo de vandalismo por parte de graffiters.

Esta é uma arte que eu aprecio, acho muito interessante, e sei valorizar, no entanto deve ser praticada nos sítios correctos. Este tipo de pinturas nas carruagens, para além de algo sem significado, que não transmite qualquer mensagem, danifica algo que está ao serviço de toda a população.

Circular dentro de uma carruagem, como esta da foto, torna-se obscuro. A luz é reduzida e a visibilidade para o exterior é nula. Torna-se extremamente desconfortável.

E volto a questionar a segurança. A CP garante a segurança de todos os passageiros que circulam na Linha de Sintra?
Os comboios durante a noite ficam estacionados no Algueirão (junto à Coopalme), no Rossio, em Campolide e no nó das Olaias (depois da estação de Roma-Areeiro).

Na zona de Campolide, os comboios estão estacionados na zona de oficinas, alguns com as portas abertas (como se pode ver na foto em cima), e de fácil acesso a qualquer pessoa. Apesar de existir seguranças, não existe qualquer controle nos acessos.

Eu mesmo, utilizei esta estação várias vezes, e circulei no meio dos comboios, sem que ninguém me perguntasse o que estava a fazer. Aliás, estas fotos foram lá tiradas.
Segundo informação que li num fórum na internet, a limpeza destes graffites, em cada comboio, tem um custo de 3500 euros...


Será que não são tomadas providencias por parte da CP para evitar isto? estes custos não deveriam ser imputados a estes artistas?

Quem circula nestes comboios, e esteja um pouco mais atento, certamente já fez uma questão.

Porque é que não se vê este tipo de pinturas, nos comboios da Fertagus?



Já agora, se alguém me souber explicar o significado do que é escrito nas carrugens, eu agradecia...

Deixo aqui a opinião de Herman José, no Programa Nós por cá, na SIC, relativamente a este assunto, opinião que eu pessoalmente subscrevo, e penso que muita gente também deve estar totalmente de acordo.

01/03/2009

"Super Tia" vista em Mem Martins


-->
A “Super Tia” era um sketch do programa da RTP, Herman Enciclopédia, onde Herman José vestia o papel de uma Tia da Alta Sociedade, com poderes de Super-Herói.
Este programa era gravado nos estúdios da Edipim, na Abrunheira, e desse modo existem alguns sketch filmados em Mem Martins.
O genérico da rubrica "Super Tia", tinha no inicio, três mulheres em São Carlos, junto ao mercado, a observar a passagem da "Super Tia" pelos Céus de Mem Martins.
-->



Caracterização da “Super Tia”
Naturalidade - Quinta da Marinha
Profissão
- Super Heroína

Indicações Eventuais
- Não pode estar em contacto com "psidonite", adora ir a festas sociais e "salva" de terríveis perigos os menos necessitados. Tem como expressões: "Caturreira", "Então vá" e "Quer levar um estalo?"


-->


-->
"Herman Enciclopédia é um programa da RTP , com autoria e participação de Herman José, que passa regularmente na RTP Memória.
Iniciou as suas emissões a 15 de Abril de 1997 e teve direito a duas temporadas.
Trata-se de um programa de sketchs, todos eles relacionados com o tema central do programa em causa. No inicio, o Herman fazia um série de introdução ao tema, culminando com uma série de piadas, de acordo com os acontecimentos da semana que passou.
Alguns dos sketchs eram precedidos de um "indicativo" alusivo ao nome do programa, fazendo-o lembrar uma entrada de uma enciclopédia multimédia, visto que na altura estava muito na moda a enciclopédias em CD-ROM.
Os sketchs eram formados pelos actores residentes, tais como José Pedro Gomes, Maria Rueff, Joaquim Monchique, Miguel Guilherme, Lidia Franco, António Feio, Cristina Cavalinhos e Vitor de Sousa."

Fonte: Wikipédia


-->