20/12/2009

Grande Ciclista "João Roque"


João Roque (clica) iniciou a sua carreira no Mem Martins Sport Clube, em 1958, tendo obtido 35 vitórias, das quais se destaca a do Grande Prémio Pinheiro de Loures.

Ingressou no Sporting com 19 anos, onde se notabilizou ao ganhar, em 1963, a clássica Porto-Lisboa e a Volta a Portugal, competição onde conseguiu ainda três segundos lugares. 

Ganhou ainda a Volta ao Estado de São Paulo no Brasil e foi Campeão Nacional de Rampa em 1964. Foi também Campeão Regional de Fundo (1967) e Campeão Nacional de Contra Relógio por equipas (1963). 

João Roque foi ainda o responsável pela ida de Joaquim Agostinho para o Sporting, para além de ter sido galardoado com o Prémio Stromp e ter feito parte da Comissão de Honra do Centenário do Sporting.

João Roque é uma marca importante da história de Mem Martins, quando nesta terra ainda se praticava desporto por gosto, e se tinha orgulho em defender uma camisola. Numa época em que o desporto era desporto, e não vivia da dependência económica dos dias de hoje. Basta falar com os antigos moradores de Mem Martins, pessoas que hoje rondam os 70 anos, e todos falam de João Roque com orgulho. Era alguém que fazia as pessoas terem orgulho em serem de Mem Martins.

Parabéns João Roque...

18/12/2009

[Jornal de Sintra] Vive-se o Natal na biblioteca da Escola Piloto








Envolvidos pela época natalícia, os habitantes da Terra do Faz de Conta (organizados pela biblioteca escolar) não param e andam atarefados, assim como os alunos da Escola EB, 1 n.º 2 de Mem Martins, conhecida por Escola Piloto, que preparam a festa de Natal que se realizará no dia 18. 

Para além de ajudarem um duende do Pai Natal, o Mindinho – que se magoou num dedo –, os alunos atarefam-se a escrever as cartas para o velhinho de barbas brancas, que são enviadas através da “Estação de Serviços de Recepção de Cartas para o Pai Natal”, instalada na biblioteca. Em Janeiro, os jovens escritores serão presenteados com uma pequena lembrança que os CTT farão chegar à escola. Entretanto, a criatividade dos meninos tem sido posta à prova – foi-lhes pedido que escrevessem uma estória que pudesse solucionar a perda dos óculos do Pai Natal – e será comprovada na festa de Natal, onde serão entregues os prémios especiais vindos da Lapónia, aos vencedores.

10/12/2009

Lixo eleitoral pela Vila

Passou a febre eleitoral [autárquicas 2009], passaram 3 meses das eleições, o povo escolhei os seus representantes, a vida continua.
No entanto, é triste verificar, que quem tanto defende a terra, queria deixar as suas marcas da pior forma. Deixar marcas em Algueirão - Mem Martins é trabalhar em prol da terra, não sujar tudo o que é paredes, caixas de electricidade, etc., com cartazes políticos.



















Já não basta todo o tipo de publicidade ridícula que prolifera pela vila, como festivais religiosos, publicidade a centros de explicação, aluguer de quartos, encontros esotéricos, e que deixa tudo sujo, feio, e demonstra uma tremenda falta de limpeza?


Luta-se por uma freguesia para a deixar suja? Será que as pessoas responsáveis por isto vão efectivamente fazer "mea culpa" e limpar tudo o que sujaram?

06/12/2009

Jovem residente da Tapada da Mercês recebe ajuda do actor José Fidalgo

No último dia de gravações, o Gonçalo de Perfeito Coração ofereceu a sua cadeira de rodas, de 1500 euros, a um dos atletas com quem gravou.

Pode até ter sido uma passagem curta a de José Fidalgo na novela Perfeito Coração. Mas, ao final de cinco meses de gravações, esta é uma história com um final feliz. O actor que dá vida a Gonçalo, um jovem arquitecto paraplégico que é também basquetebolista, decidiu oferecer a cadeira de rodas da sua personagem a João Pedro Delgado, um dos elementos da Associação Portuguesa de Deficientes (APD) de Sintra, a equipa que treinou com Fidalgo na novela."Surgiu-me a ideia no último dia de gravações e foi logo a primeira coisa que fiz quando acabei de filmar", revelou o actor à Notícias TV.


Depois de se certificar com a produção de Perfeito Coração que a cadeira de rodas não teria de ser devolvida, José Fidalgo não pensou duas vezes ao oferecê-la ao jovem atleta, de 20 anos. "O João Pedro era um dos elementos da equipa de basquetebol com menos possibilidades financeiras. A cadeira de rodas que ele antes usava era composta com peças de cadeiras antigas fornecidas pelos seus colegas da APD."


Coincidência ou não, a cadeira de rodas em questão foi feita à medida de José Fidalgo, mas assentou que nem uma luva ao jovem atleta da APD Sintra. Um presente especial que ronda a módica quantia de 1500 euros. "É uma cadeira cara porque é muito leve e porque tem um modelo próprio e personalizado", adiantou à sua revista o produtor de Perfeito Coração.


Ao que a Notícias TV conseguiu apurar, João Pedro Delgado, que concilia a carreira profissional de basquetebolista com os estudos, sentia algumas dificuldades nas deslocações casa-escola por ter uma cadeira de rodas pouco resistente para andar na rua. Um problema que agora deixou de existir para o jovem atleta paralímpico residente na Tapada das Mercês, concelho de Sintra.

05/12/2009

[Jornal de Sintra] Saúde mental debatida na Casa de Saúde do Telhal



Decorreram, nos dias 19 e 20 do corrente, as IV Jornadas de Reabilitação Psicossocial, na Casa de Saúde S. João de Deus, no Telhal onde foram debatidos vários temas da saúde mental em Portugal, como as frustrações olhadas dos vários pontos de vista (utentes, famílias e técnicos); o papel das instituições, da comunidade e das intervenções feitas com famílias; a aceitação e o combate ao estigma associado à doença mental; a empregabilidade das pessoas com doença mental; investigações, entre outros. Os temas foram debatidos de forma aberta e participada por prelectores de grande prestígio nacional e internacional e conclui-se que os caminhos a seguir relativamente à adesão aos cuidados continuados em saúde mental são úteis e inevitáveis, desde que haja flexibilidade dos técnicos, das equipas e das instituições para que, na medida do possível, se alarguem e se reconvertam os serviços prestados.

04/12/2009

Central Electrica no Algueirão

A Central Eléctrica do Algueirão é um tema que vem a ser discutido no fórum da Junta de Freguesia, e que devo confessar, cria-me confusão.


















Esta Central está ali localizada à dezenas de anos, quando naquele local apenas existia o cemitério. Acho incrível, que os habitantes daquela zona, exijam a retirada da central, devido à radiação e os possíveis perigos para a saúde.


















Para mim a questão é diferente, pois será que quando estas casas foram compradas, as pessoas não olharam em redor dos prédios? Será que quando visitaram o apartamento, não abriram uma janela, e não repararam que estava ali mesmo à frente uma central eléctrica?
















E se efectivamente a radiação eléctrica é perigosa para a saúde, como é que a Câmara Municipal aprova edifício de habitação a uma distancia tão curta de uma Central Eléctrica. Onde está o PDM?

















E se a Central tiver de ser transferida, a quem devem ser imputados os custos? A Câmara Municipal por ter aprovado os prédios? Aos moradores por se sentirem incomodados?
A Central está ali primeiro do que tudo em seu redor...

Antes e Depois - Caminho do Rio - Mem Martins


15/11/2009

Bolo de Natal de Mem Martins

Sabia que existe um bolo típico 
de Natal em Mem Martins?


É verdade, com o passar dos anos a tradição perdeu-se, e o Bolo de Natal de Mem Martins foi substituído pelo tradicional Bolo Rei, no entanto, penso que era uma iniciativa muito interessante dos comerciantes, tentar reavivar a memória saloia, e uma referencia do passado de Mem Martins.

Aqui deixo a ideia para fortalecer a identidade da terra, reforçando a ligação com a sua história e com o seu passado. Será que acham a ideia interessante? Será que existe alguém interessado em divulgar e implementa-la?

"Bolo de Natal: tem a forma de pão saloio mas muito mais pequeno e faz-se, como o seu nome indica, pelo Natal. É produzido de industria caseira, não havendo, propriamente, um fabricante. A sua composição é a seguinte: farinha de trigo, açucar, limão, canela e leite. Externamente é envolvido, ligeiramente, com gema de ovo. Quando o bolo está cozido, e à saída do forno, é pincelado com manteiga derretida."
Extraído de uma carta, datada de 2 de Novembro de 1939, envida pelo Prof. Dr. Joaquim Fontes à Secção Etnográfica da Exposição do Mundo Português

14/11/2009

Publicidade a produtos produzidos na Vila

Vi esta publicidade no Feira Nova de Sintra, e achei muito interessante promover desta maneira a industria localizada em Mem Martins.

Dou os meus parabéns à iniciativa. Um outdoor no IC19, com a mesma promoção, também era de aplaudir.

13/11/2009

CDS-PP rompeu coligação com o PSD em Algueirão-Mem Martins


O CDS-PP rompeu a coligação com o PSD na Junta de Freguesia de Algueirão-Mem Martins, alegando que a representação do partido no executivo não corresponde ao "valor real das votações na freguesia".

Esta ruptura surge porque o número de lugares do CDS-PP no executivo não corresponde ao número de votos que obtivemos na freguesia de Algueirão-Mem Martins", disse à agência Lusa, o presidente da Assembleia de Freguesia, Maurício Veríssimo (CDS/PP).

O fim da Coligação Mais Sintra surgiu após a tomada de posse do executivo da junta de freguesia, no qual foram nomeados quatro membros do PSD, um do CDS-PP e dois da CDU, que foi convidada pelo presidente da junta, Manuel do Cabo, a assumir pelouros.

"Entendemos que o facto da CDU ter direito a dois lugares no executivo e o CDS-PP só ter um, é uma atitude provocatória do PSD, porque não corresponde ao valor real dos votos", sustentou.

Após a tomada de posse dos membros do executivo, o CDS-PP apresentou uma lista alternativa à mesa da Assembleia de Freguesia (órgão que fiscaliza o executivo), concorrendo contra a lista apresentada pela Coligação Mais Sintra, onde não figurava nenhum membro democrata-cristão.

A Lista encabeçada por Maurício Veríssimo venceu a apresentada pelo PSD.

Contactado pela agência Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Algueirão-Mem Martins, considerou que esta "ruptura não é séria", uma vez que ocorreu após a tomada de posse do executivo da junta, que conta com um elemento do CDS-PP.

"A ruptura devia ter-se dado antes da eleição dos membros para o executivo. Considero que há um aproveitamento com essa ruptura pois o CDS-PP quis garantir que tinha um membro no executivo e depois provoca a ruptura para ter alguém na mesa da Assembleia", adiantou.

Algueirão-Mem Martins é a maior junta de freguesia de Portugal com cerca de 120 mil habitantes.

Noticia do Diario de Noticias
http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/Interior.aspx?content_id=1417361&seccao=Sul

11/11/2009

Jazz no Algueirão - 14 Novembro





















Integrado no IIIº Ciclo de Recitais de Sintra, da Câmara Municipal de Sintra, o Progresso Clube recebe nas suas instalações em Algueirão Mem Martins, no dia 14 de Novembro, pelas 22 horas, o Recital de Jazz por João Santos (Guitarra) e Rodrigo Monteiro (Contrabaixo), produzido pelo Sintra Estúdio de Ópera.

19/10/2009

Grande Reportagem SIC, sobre a Gripe A, no Centro de Saude de Algueirão-Mem Martins

A Grande Reportagem, sobre a Gripe A, no Centro de Saúde de Algueirão Mem Martins, de certa forma mostrou o esforço e a preparação dos profissionais de saúde, mas por outro lado demonstra a grande fragilidade na instalações.

17/10/2009

Faleceu o Mestre Fernando Batista



Faleceu o Mestre de Bu Jutsu Fernando Batista, 52 anos, vítima de doença prolongada, no dia 15 de Outubro de 2009.

Principal dinamizador do Bu Jutsu em Portugal, o Mestre Fernando Batista dava aulas desta arte marcial no Progresso Clube há 12 anos e foi galardoado com a Medalha de Mérito da Junta de Freguesia de Algueirão Mem Martins, em Fevereiro deste ano. Recorde-se que em Agosto de 2009, o mestre Fernando Batista organizou no Progresso Clube, o Estágio Internacional Tanto-Jutsu” (faca japonesa), com o mestre Philippe Renault, referência mundial, e que trouxe à colectividade de Algueirão Mem Martins os mais conceituados praticantes de Bu Jutsu.



Nascido a 25 de Maio de 1957 na localidade de Assunção, concelho de Arronches, distrito de Portalegre, o Mestre Fernando Batista Fernando Batista era 5.º Dan, o mais graduado em Portugal nesta arte marcial.

O seu corpo encontra-se na casa mortuária da Igreja da Damaia de onde partirá, amanhã, dia 17 para Arronches onde se irá realizar o funeral.